notícias

voltar

Indústria 4.0: sistemas inteligentes na automação industrial

postado em 08/02/2017 : Notícias institucionais

Já pensou em sistemas de irrigações controlados por informações de clima e tempo para evitar desperdícios de recursos naturais? Ou ainda promover uma venda conforme índices e os fatores de mercado para controlar melhor os riscos de perda não faturamento final da empresa? Ou seja, mesmo sistemas de manutenção de agendar automaticamente manutenções para o tratamento de falhas e se adaptar a mudanças de produção inesperadas? Pois, agora, isso já é uma realidade. Seja bem vindo a quarta Revolução Industrial, uma era dos sistemas inteligentes na automação industrial.

O processo de produção industrial está se transformando de forma irreversível, com sistemas cada vez mais inteligentes, baseados na fusão do mundo real com uma realidade virtual. Estamos emergindo em um período de transição, uma revolução tecnológica que promete transformar novamente a maneira como o mundo funciona, gerando crescimento econômico, empregos mais qualificados e elevação dos padrões de vida.

Esse novo conceito denominado Indústria 4.0 é um projeto de uma nova forma de atuação em sistemas de controle de qualidade, baseando-se em todas as variáveis ​​do processo industrial e eletrônico integrado em uma grande rede de informações, desde os instrumentos e sistemas de controle até sistemas de Informações externas. Esse conceito começou a ser implantado a partir de 2013, e foi originado a partir de um projeto do governo da Alemanha, voltado para novas tecnologias que aliam tecnologia e meios de produção, tem como princípio básico mostrar que como fábricas que conectam máquinas e sistemas Tem capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas em processos e se adaptar a mudanças inesperadas que ocorrem nas etapas de produção. Isso significa uma nova era no âmbito das grandes revoluções industriais,

O modelo da indústria inteligente combinado com a integração de Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) e Big Data, tendem a tornar os processos de produção mais eficientes, autônomos e customizáveis. Com o avanço desses sistemas, podemos pensar num ambiente produtivo onde o controle da produção poderá ser feito remotamente e os equipamentos e máquinas estarão conectados em redes, disponibilizando informações e dados instantaneamente.

Na indústria 4.0 há uma completa descentralização do controle dos processos produtivos e uma proliferação de dispositivos inteligentes interconectados, ao longo de toda a cadeia de produção e logística. O impacto esperado na produtividade da indústria é comparável ao que foi proporcionado pela internet em diversos outros campos, como no comércio eletrônico, nas comunicações pessoais e nas transações bancárias.

O tema Indústria 4.0 não surgiu por acaso, mas decorrente de algumas transformações pela qual nossa sociedade vem passando nos últimos anos, como o:

Surgimento de novas tecnologias, que em seguida são melhoradas ou suplantadas por outras ainda mais novas e mais surpreendentes;

Rápido acesso a informações, que com o avanço das redes sociais tornou possível pulverizar notícias sobre novos produtos e novas tendência em uma velocidade nunca vista;

Soluções direcionadas aos consumidores que buscam informações específicas e detalhes sobre um determinado produto que correspondem às suas necessidades;

Pressão permanente sobre os custos, pois diferenciação é cada vez mais difícil de ser mantida, forçando as indústrias a serem cada dia mais eficientes na obtenção de produtos com menores custos;

Globalização do mercado, com a facilidade de adquirir produtos de qualquer parte do mundo, onde clientes, competidores e fornecedores sejam globais;

Surgimento de uma geração ansiosa, que espera receber mercadorias tão logo comprem;

Aumento dos recursos naturais e consciência ambiental, que deixaram de ser apenas um discurso político, mas uma necessidade para sobrevivência. Empresas mais ecológicas são empresas mais eficientes;

Necessidades de informações de produção em rede, pois elas precisavam sair do chão de fábrica e servirem de suporte para decisões estratégicas em todos os âmbitos industriais, para se adaptarem a produção;

Sistemas baseados em conhecimento de autoaprendizagem, sem que haja a interferência humana como fator limitador de desempenho, e com isto as máquinas ganham a capacidade de tomar as decisões sobre seus processos de forma autônoma.

A Indústria 4.0 seguramente será uma realidade e mudará a forma como lidamos hoje com a produção de bens de consumo, sendo um eficiente processo produtivo e com diversos benefícios, como:

  • Redução de custos
  • Economia de energia
  • Aumento da segurança
  • Conservação ambiental
  • Redução de erros
  • Fim dos desperdícios
  • Transparência nos negócios
  • Aumento da qualidade de vida
  • Personalização e escala sem precedentes

Tornar a Indústria 4.0 uma realidade implicará na adoção gradual de um conjunto de tecnologias emergentes de TI (Tecnologia da Informação) e automação industrial, na formação de um sistema de produção físico-cibernético, com intensa digitalização de informações e comunicação direta entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas. Esse processo produtivo é a evolução da indústria e ao mesmo tempo uma nova visão do mundo, concentrada em decisões sendo tomadas de forma cada vez mais autônoma, com base em dados e informações que estarão em constante atualização e interligadas por diversos mecanismos.

As ideias de produção inseridas nos conceitos da Indústria 4.0 estão diretamente relacionadas à máquinas e equipamentos mais precisos, mais eficientes e mais produtivos. Conheça nossas linhas de redutores de precisão, motorredutores de alto rendimento e produtos de controle de partida e variação de velocidade em motores elétricos, indicados para aplicações que requerem tais características.

 

Referências:

http://revistapegn.globo.com/Administracao-de-empresas/noticia/2016/09/conheca-oportunidades-por-tras-da-industria-40.html

https://blog.algartelecom.com.br/tendencias/industria-4-0-muito-alem-da-automacao-industrial/

http://www.revistaferramental.com.br/pt/artigos/industria-40-sistemas-inteligentes-para-manufatura-do-futuro/8

Http://www.portaldaindustria.com.br/relacoesdotrabalho/media/publicacao/chamadas/SondEspecial_Industria4.0_Abril2016.pdf

Http://exame.abril.com.br/tecnologia/industria-4-0-exigira-um-novo-profissional/

Https://www.citisystems.com.br/industria-4-0/

Http://www.automacaoindustrial.info/industria-4-0-uma-visao-da-automacao-industrial/

Https://www.youtube.com/watch?v=JFsYo8Q1dSQ

Imagens
Dê sua opinião
Outras notícias

postado em 20/05/2020

Área Técnica - Artigos e textos técnicos sobre os produtos IBR

IBRQ, a combinação perfeita entre desempenho, modularidade e economia

postado em 25/11/2019

Área Técnica - Artigos e textos técnicos sobre os produtos IBR

Conheça mais sobre o NTT™ (Nanotechnology Treatment)

postado em 05/11/2019

Área Técnica - Artigos e textos técnicos sobre os produtos IBR

Classificação de Grau de Proteção IP69K

Categorias